Câmara de Lisboa vai transformar contentor da EB Parque das Nações em refeitório

O representante dos pais e encarregados de educação dos alunos da EBPN falava à Lusa depois de uma reunião com o vereador Manuel Brito, responsável na Câmara de Lisboa pela pasta da Educação.

Em causa neste encontro, explicou Jorge Bonito, estava, por um lado, “o facto de algumas das 260 crianças do primeiro ciclo, que já eram obrigadas a almoçar em dois turnos de 130, por falta de espaço, terem, ainda assim, que esperar que alguns colegas do seu turno terminassem de almoçar para ter a sua vez”.

Por outro lado, acrescentou, “havia pais preocupados com o facto de os seus filhos — alunos do jardim-de-infância — terem aulas num monobloco, pelo que isso implica na logística associada àquelas crianças, por exemplo, nas idas à casa de banho, sobretudo num quadro de redução do pessoal não docente na escola”.

Más información: rtp.pt

Deja un comentario