Portugal terá maior central de energia eólica flutuante do mundo

This post is also available in: Inglês Espanhol Francês

O projeto chama-se Windfloat e é baseado num parque eólico offshore em que as turbinas eólicas são colocada numa plataforma flutuante ancoradas ao fundo do mar. Esta será a primeira central de energia eólica flutuante a nível mundial e ficará a 20 km da costa de Viana do Castelo, cidade atlántica do ano 2018.

A empresa responsável por este projeto é a Windplus, uma companhia subsidiária da EDP Renováveis, Repsol e Príncipe Power, e terá um financiamento do Banco Europeu de Investimento de cerca de 60 milhões. A segunda fase do projeto chamar-se-á Windfloat Atlantic, terá duração de três anos e o investimento ao todo será de 125 milhões de euros.

O parque eólico de Portugal terá capacidade para produzir eletricidade suficiente para 60 mil pessoas, com uma capacidade de 25 MW transmitidas por três turbinas eólicas com capacidade de 8,4 MW cada, colocadas em plataformas flutuantes, ancoradas no fundo do mar a uma profundidade de 100 metros.

Recommended For You

About the Author: Projets