Avilés cria uma rota turística para pessoas com necessidades de acessibilidade

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

Avilés apresentou uma nova rota turística voltada para pessoas com deficiências físicas ou sensoriais e com mobilidade reduzida. Este percurso tem uma extensão de 3,5 km e cobre boa parte das atrações turísticas da cidade. Permite desfrutar de boa parte das atrações da cidade sem barreiras arquitetônicas.

A rota é certificada pela Plataforma Representativa do Estado para Deficientes Físicos (PREDIF), para a qual a Prefeitura de Avilés solicitou a produção de relatórios para credenciar a acessibilidade do trecho urbano mais turístico da cidade.

Para o desenho da rota e sua acreditação como itinerário acessível, aspectos como o seu comprimento, pavimentos urbanos e a inclinação máxima de cada seção foram levados em consideração. Eles analisaram a existência de áreas de descanso com sombra, móveis acessíveis, banheiros para pessoas com mobilidade reduzida ou elevadores e portas com largura suficiente para cadeiras de rodas.

Não é a primeira vez que a cidade de Avilés realiza iniciativas desse tipo. A cidade é líder do projeto Atlantic Social Lab. Isto contribuirá para a criação de um ecossistema atlântico de inovação social que levou à implementação de novas formas e soluções para promover a inovação social no setor público, no setor privado e nas ONG, graças à cooperação transnacional.

Além disso, em 2016 foi escolhido como o melhor destino turístico acessível, título concedido pela terceira edição da campanha “Destino Turístico Acessível”, promovida pela Thyssenkrupp Encasa.

Share