She4Sea, um seminário chave no próximo ITECHMER

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

Nossa secretária geral, Tamara Espiñeira, vai abrir uma das sessões de trabalho da feira ITECHMER em 16 de outubro de 2019.

Este seminário intitulado “Qual é o futuro das mulheres na indústria pesqueira?” É organizado em cooperação com  WSI, a associação internacional de mulheres no setor pesqueiro.

Aqui, apresentamos a entrevista com a Sra. Espiñeira sobre este seminário.

Entrevista

• O que é a Associação Cidades Atlânticas?

A Associação Cidades Atlânticas é uma rede de autoridades locais cujo trabalho é facilitar a cooperação e a comunicação entre seus membros e outros atores, também se ocupa de incentivar as instituições europeias a tomar consciência dos interesses das cidades atlânticas.
A influência de nossos membros à nível internacional e sua participação em projetos europeus é nossa razão de ser. Pertencer a uma rede como a nossa permite que as cidades atlânticas tenham uma janela europeia, não apenas para monitoramento, mas também para visibilidade.

• Qual a sua relação com Lorient?

Lorient é uma das cidades fundadora das Cidades Atlanticas. Ela é muito ativa, especialmente nos temas de pesca e desenvolvimento empresarial. Assim, a ideia da animação de um seminário na ITECHMER veio naturalmente, seguindo outros como o “Cidades Atlânticas Portuárias” realizado durante o Festival Intercéltico de 2010 ou durante a COP21 sobre a implicação necessária das comunidades de Pesca na preservação do oceano. Nota curiosa, a Secretária Geral, Tamara Espiñeira, é galega; região que é homenageada este ano no Festival Intercéltico.

• Do que trata o projeto She4Sea?

She4Sea é uma campanha de comunicação das Cidades Atlânticas que procura reconhecer o papel das mulheres nos assuntos marítimos do Atlântico como um trunfo para a UE.

O principal objectivo desta campanha é sensibilizar para a presença das mulheres nos assuntos marítimos, reconhecendo o seu trabalho diário e os seus êxitos. O que se espera é encorajar outras mulheres a trabalharem em áreas relacionadas à economia azul e melhorar suas condições de trabalho.

Cidades Atlânticas atuam como voz de mulheres que trabalham no setor marítimo no Atlântico

• As mulheres são invisíveis no PDM e no setor de pesca mais do que em outros lugares?

Sim, porque as indústrias marítimas e o setor pesqueiro também são invisíveis, pouco conhecidos ou mesmo desprezados. E assim as mulheres são vítimas de um duplo esquecimento da sociedade. Como diz uma das nossas She4SEa, a Sra. Sophie Leroy “Ser uma mulher gera respeito. Os pescadores sabiam que eu estava muito envolvida nesse trabalho, mas a posição das mulheres no setor é subestimada “.

• Esse cenário tem evoluído?

Pouco a pouco, as consciências estão acordando para a situação de paridade em diferentes setores. #Metoo serviu como despertador. No entanto, ainda existem algumas inércias e clichês que dificultam a plena integração das mulheres.

Que mensagem você deseja transmitir durante este seminário organizado na ITECHMER?

Junte-se a nós! She4Sea é um movimento de mulheres do mar para as mulheres do mar. Estamos aceitando suas ideias e testemunhos, a fim de construir uma rede e fazer barulho suficiente para que a questão chegue a nível europeu.

Share