Projecto “Campus do Mar”: Reabilitação de uma zona ribeirinha em Lisboa

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

A cidade de Lisboa, em Portugal, integrante da Rede Cidades Atlânticas e decorada como a Capital Verde da Europa 2020, fará um mega investimento para a conservação e restauração de uma área ribeirinha, que deverá se tornar uma área de união entre a terra e o mar com grandes áreas de diversão para o público.

O governo anunciou que vai realizar um investimento de 300 milhões de euros para reabilitar uma zona ribeirinha localizada entre Pedrouços, Lisboa e Cruz Quebrada, Oeiras, que cobre um total de 64 hectares de área para intervir.

Nas Cidades Atlânticas, uma das nossas prioridades é promover boas práticas entre nossos membros, com foco especial na conservação da água. Nossa Comissão temática do Oceano e Crescimento azul é coordenada pela Metrópole de Brest et promove práticas baseadas na Carta de São Sebastião, que propõe um modelo de economia verde para o futuro das cidades.

Portanto, consideramos este projeto um grande avanço e exemplo para outras cidades em relação à conservação da água e modelos de cidades sustentáveis.

Convidamos outras cidades a participar desta iniciativa e compartilhar sua experiência. Para mais informações sobre o tema do Oceano e Crescimento azul, não hesite em nos contatar ou você também pode visitar nosso Twitter para saber todas as nossas novidades.

Share