‘Uma ilha em um bairro’ – Projeto artístico e cultural em Santander

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

No dia 6 de agosto, foi inaugurado o projeto “Uma ilha em um bairro”, no Cemitério Britânico, em Santander, reconhecido na convocatória para bolsas Culture Emprende da Fundação Criativa Santander (FSC). Esta apresentação contou com a presença da prefeita da cidade, Sra. Gema Igual Ortiz, que também é vice-presidente e líder das Cidades Atlânticas na Espanha.

Este projeto é uma investigação artística e histórica que aborda o estudo do espaço, neste caso um cemitério. Destina-se a contar a história da cidade através das descobertas e histórias de vida daqueles que ali estão.

Os criadores, dois pesquisadores de arte, aprenderam sobre a existência deste lugar e verificaram o potencial que ele tinha para contar a história do Santander a partir das experiências das pessoas que ali descansam; dizem engenheiros ferroviários, empresários, diplomatas estrangeiros, marinheiros e soldados ingleses da época, entre outros.

Visitas especiais serão feitas nos próximos meses, que combinam a tradicional visita guiada com a arte da performance, para que os participantes tenham a possibilidade de abordar a história do cemitério de uma maneira diferente.

Nas Cidades Atlânticas, damos especial atenção à cultura e arte que refletem a herança de nossas cidades. Ainda mais, quando a história é contada e com a participação dos cidadãos.

Se você quiser saber mais sobre essa iniciativa, visite o site que o Santander alocou para o projeto. Você também pode acompanhar nossas atividades no Twitter

Share