Cidade Atlântica do ano: Brest Métropole Océane

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

A Cidade Atlântica do ano é um reconhecimento dos esforços das Cidades do Arco Atlântico para encontrar modelos de desenvolvimento sustentável adequados à sua identidade geográfica. Este concurso anual visa premiar a excelência nas cidades atlânticas, membros ou não da rede, na aplicação de políticas exemplares nos domínios abrangidos pela Carta de San Sebastian.As  Regras do concurso ea sua justificação foram inspirados pelo Mesa Executiva da CCAA, que decidiu deixar no anonimato os outros concorrentes, por respeito pelos seus esforços.

2013 Ano Europeu dos Cidadãos, foi escolhido como o ano de lançamento deste concurso, para significar o vínculo indissolúvel entre ciãodades e seus habitantes. Um vínculo que na vencedora deste ano, Brest Métropole Océane (BMO) foi claramente compreendido. Fortemente ligada à sua identidade marítima, Brest Metropole Oceane foi recompensada pela sua governança inteligente, sustentável e inclusiva.

Escolhida à unanimidade, BMO recebeu o prêmio durante a Assembleia-Geral da Conferência das Cidades do Arco Atlântico, desde a mão do presidente cessante Philippe Duron (Caen) eo novo presidente Carlos Negreira (A Coruña), que observaram:

– A excelência ambiental urbana: o novo eléctrico, o Plano Clima e a “Capital da Biodiversidade Marinha e Costeira”

– O crescimento econômico inovador: o seu polo de desenvolvimento marítimo

– A sua política social que facilitou o acesso às novas tecnologias e à cultura

– A identidade atlântica e marítima:  presidente da Comissão de Desenvolvimento Sustentável da CCAA, representante da rede no Fórum Atlântico, organizador do Fórum e da Assembleia-Geral…

Brest Metropole Oceane simboliza o espírito das cidades atlânticas que trabalham a partir de hoje a moldar o futuro da Europa amanhã.

A edição de 2015 vai abrir as candidaturas o próximo dia 15 de dezembro de 2013.

Share