Sevilha reune o conhecimento local atlântico

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

Os próximos 22 e 23 de novembro serã realizada em Sevilha a terceira reunião transnacional do projeto Know-Cities “Cidades do Conhecimento”. Sob a liderança de Fomento San Sebastian, esta iniciativa tem sido exercida no âmbito do programa Espaço Atlântico- INTERREG IVB- FEDER, 2007-2013. O projeto tem um orçamento total de 2.540.000€ e envolve 12 parceiros em nome de 10 cidades européias, além de Donostia-San Sebastian: Coimbra (Portugal); Dos Hermanas, Sevilla, Gijón e Avilés (Espanha); Lorient, Vannes e Brest (França); Cardiff (Reino Unido) e Donegal (Irlanda).
A reunião servirá para a apresentação de estudos comparativos sobre gestão clusters, a criatividade e o capital intelectual. Como resultado destes estudos será oferecida uma seleção de casos de boas práticas que facilitam o aprendizado e a troca. Finalmente, as ferramentas desenvolvidas no âmbito do projeto também serão apresentadas e estarão disponíveis para outras cidades do Arco Atlântico através da Conferência de Cidades do Arco Atlântico: o Observatório Urbano do Conhecimento e o Sistema Local de Inovação.

Neste senso, a reunião terá especialistas como Charles Landry (Comedia Ltd.), renomado no campo da criatividade. Também conta com Willem Van Winden (URBAN IQ) especialista em redes e em gestão de clusters que do seu polo empresarial e acadêmico na Universidade de Amsterdam apresentará suas conclusões na atividade de treinamento em gerenciamento de cluster. Pela sua parte, o especialista Mart Kivikas (Wissenskapital GmbH) apresentará o trabalho realizado nas cidades no domínio do Capital intelectual e a seleção feita de boas práticas.
O encontro também vai oferecer uma sessão na economia do conhecimento no caso de Sevilha como referência.
O objetivo do projeto é implementar uma metodologia inovadora de modelagem através de um coaching-orientação urbano que promove o dinamismo e facilita o acesso e a transição para a economia do conhecimento das cidades meias e pequenas do Arco Atlântico. Também executará um Observatório de Atratividade e um Sistema Local de Inovação como ferramentas para o posicionamento das cidades em uma cidade de modelo do conhecimento.
A aplicação da metodologia comum neste projecto, permitirá o desenho, através de um coaching-orientação urbano para experimentar um modelo comum, validado e com possibilidades de transferência para outras cidades do Arco Atlântico.

Share