Juventude Atlântica: viver a cidade à noite, papel e lugar para os jovens?

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

Oferecer uma política cultural ambiciosa e para todos os públicos é um dos compromissos da Carta atlântica de San Sebastian assinada pelas cidades atlânticas.

No âmbito da « Viva Cités –Rennes Métropole demain” na quinta-feira, 4 de outubro de 2012, Rennes Metropole e a cidade de Rennes organizaram um simpósio sobre o lugar e o papel da juventude na noite e os usos do espaço público. O intercâmbio de boas práticas, a divulgação de novas experiências e alternativas irá guiar esta reunião sobre as várias facetas da juventude na vida nocturna de uma cidade (abertura de locais de trabalho ou instalações públicas con um calendário faseado, a vida no campus, o equilíbrio entre os usos diferente de espaço público na noite).
Para responder a estas questões, este dia irá representar uma oportunidade para descobrir outras iniciativas e experiências realizadas por outras cidades atlânticas. Neste contexto, representantes da cidade de Gijón participarão do seminário de “Retorno de experiências europeias de 2005 até hoje. Que equilíbrio?” a fim de propor respostas a prolongada ocupação do espaço público e uma análise da evolução das políticas locais respeito da juventude na Europa.
Outras experiências como « Abierto hasta el amanecer » (Aberto até de madrugada) ten servido para designar outras iniciativas atlânticas como TONETA.

Mais informações sobre o evento

Share