Aberta a inscrição no Congresso das Fronteiras Europeias: cooperação inteligente

This post is also available in: Español (Espanhol) Français (Francês) English (Inglês)

O congresso, que terá lugar nos próximos dias 25 e 26 de junho na Corunha, reunirá pela primeira vez a todas las fronteiras europeias com o intuito de fazer ouvir a sua voz num momento crítico
O “Congresso das fronteiras europeias: cooperação inteligente”, que se realizará nos próximos dias 25 e 26 de junho na Corunha será o primeiro congresso europeu de fronteiras e terriórios periféricos Este evento acontece num momento em que se estão a discutir as regras do jogo tanto politicas como financeiras para o próximo período de programação 2014-2020; discussão que ocorre num momento especialmente difícil, tanto para a Península Ibérica como para o próprio processo de construção europeia.
O contexto da crise atual está a provocar que a construção da Europa social e dos cidadãos, impulsionada por Jacques Delors, esteja a ser substituída pela Europa dos resgates, dos mercados e dos cortes. É por isto que ao territórios de fronteira e terriórios periféricos apostam agora o seu futuro entre impulsionar uma saída da crise, que recupere o espírito da construção Europeia, ou submeter-se a decisões puramente economicistas que não terão em conta as particularidades inerentes a sua geografia.

Face a esta situação, a CECICN (Conferência da Rede Europeia de Cidades Transfronteiriças e Inter-regionais), tem elaborado ao longo do último ano um documento estratégico sobre cooperação territorial destinado às Instituições comunitárias e Autoridades nacionais e regionais. Neste documento, denominado “Documento Estratégico sobre a Cooperação Inteligente”, definem-se as propostas para integrar o próximo período de programação, em matéria de cooperação territorial.
Participação dos assistentes
Durante a realização do congresso considera-se muito importante poder contar com as contribuições e reflexões dos assistentes, especialmente nos debates que ocorrerão nos workshops, que foram planeados, precisamente, para dar margem e oportunidade a que todos manifestem as suas posições. Estas serão posteriormente enviadas às Instituições europeias e dirigentes políticos. Para poder assistir deve formalizar a inscrição preenchendo o formulário online neste link.

Share