Mobilidades

Mobilidades são cruciais  para a integração territorial e a sustentabilidade em áreas urbanas em crescimento, incluindo as cidades Atlânticas, como foi apontado no Estudo sobre o Futuro das cidades Atlânticas.

No estudo, alguns elementos-chave foram apontados como acessibilidade urbana, intermodalidade de transporte para facilitar a integração e conectividade do território e sustentabilidade nos meios de transporte.

Conectividade (e mesmo a contactabilidade) implica mais do que nunca pensar em soluções de transporte mais limpas e melhores entre e nas cidades para um desenvolvimento sustentável. Além disso, a conectividade do Arco Atlântico é fundamental para um desenvolvimento territorial harmonizado. Portanto, Atlantic Cities mantém um documento de posição sobre o futuro da política da RTE-T, com o objetivo de melhorar a conectividade do Arco Atlântico sob uma estrutura multimodal e mais ecológica. Além disso, os membros da Atlantic Cities estão trabalhando no desenvolvimento de modos de mobilidade mais ecológicos.

Nesse sentido, algumas ações foram reveladas cruciais, como o aumento da colaboração entre os centros de pesquisa em termos de mobilidades inovadoras, a garantia de modos de comunicação sustentáveis ​​e o incentivo a energias renováveis ​​no transporte náutico, como o hidrogênio.

Em particular, a Aglomeração Urbana de Cotentin está trabalhando em novos modos de energia para o transporte urbano, como o hidrogênio, a cidade de Rennes está focada na multimodalidade por meio do programa Inout, e Gipuzkoa está a criar sinergias através da Feira Internacional “GO mobility”.

Essas ações estão alinhadas com o trabalho atual que a Atlantic Cities está realizando através do projeto EURE, focado em economia de eficiência energética e redução da pegada de carbono nas áreas urbanas, um elemento decisivo para o desenvolvimento sustentável dos transportes dentro do Arco Atlântico.

Além disso, nossas cidades-membro de Brest, La Rochelle, Rennes, Cork, Faro, San Sebastián e Gijón estão altamente envolvidos em soluções sustentáveis ​​de inovação em transporte urbano ao fazer parte da rede CIVITAS. De fato, a CIVITAS é uma rede de cidades para cidades destinadas a alcançar soluções inovadoras para um transporte mais limpo e melhor na Europa e além.

Portanto, a rede Atlantic Cities, assim como nossas cidades, estão a executar projetos que promovem a transição para opções de mobilidade limpa. Por exemplo, Gijón está liderando o projeto “Card4All” destinado a conectar cidades, cidadãos e serviços e no qual a mobilidade urbana e a vida sustentável são promovidas.  Atlantic Cities também participou do projeto ANATOLE – Atlantic Network’s Abilities for Towns to Organize Local Economy – para impulsionar os circuitos da economia local e, assim, evitar o transporte de longas viagens.

Confira nossas últimas noticias sobre mobilidades!