As Cidades Atlânticas definem a dimensão europeia dos ecossistemas de inovação

De janeiro a junho de 2019, as Cidades Atlânticas, parceiras do projeto ECORIS3, trabalharam na definição da dimensão europeia dos ecossistemas de inovação. Com efeito, nos dias 11 e 12 de fevereiro, as Cidades Atlânticas participaram na reunião estratégica da plataforma C4C “ Cidades para a cooperação ” realizada em Barcelona, ​​para destacar a sessão de trabalho ECORIS3 agendada para a Assembleia Geral das Cidades Atlânticas 2019.

Além disso, as Cidades Atlânticas  organizaram várias reuniões bilaterais com atores estratégicos a nível europeu em Bruxelas (representantes de instituições da UE e organizações territoriais com sede em Bruxelas) para divulgar o projeto ECORIS3, bem como discutir as implicações empreendedorismo e transferência de inovação para as PME.

As Cidades Atlânticas  também participaram ativamente nas reuniões do projeto que se realizaram em Guimarães (Portugal) em abril de 2019 e em Torino em junho. Durante o primeiro encontro, centrado na “Quádruple Hélice e nas Estratégias da Especialização Inteligente”, as Cidades Atlânticas  aproveitaram para apresentar em pormenor aos parceiros do projecto ECORIS3 o Plano de Acção de Capitalização ECORIS3. No segundo encontro, as Cidades Atlânticas  foram acompanhadas por um experte da Câmara Municipal de Gijón, cidade membro da rede das Cidades Atlânticas , para apresentar a estratégia de Gijón face às questões locais de e-Saúde.

Mensalmente, as Cidades Atlânticas  também informaram os parceiros do projeto ecoRIS3 sobre as oportunidades europeias para os ecossistemas de inovação a nível regional e local, através de uma newsletter mensual.